Ciclovia, Tim Maia, Ressaca e Memes


ciclobia

Sebastião Rodrigues Maia, o eterno soulman brasileiro mais conhecido como Tim Maia foi homenageado este ano em ciclovia no Rio de Janeiro.
A Ciclovia Tim Maia que liga os bairros de Leblon e São Conrado possui 3,9 quilômetros de extensão e interliga-se com a ciclovia que vai do Leblon até o Leme.
Foi inaugurada no dia 17 de de janeiro de 2016 com um custo de R$ 44 milhões.
A escolha por Tim Maia para o nome da ciclovia se deu pela música composta por Tim Maia “Do Leme ao Pontal” gravada originalmente no ano de 1980 pela gravadora Seroma e posteriormente regravada em 1986 pela gravadora Continental.

Mas até aí, nada de demais, apenas uma homenagem mas o que vem causando discussões foi o fato de que duas pessoas haviam sido mortas no dia 21 de abril de 2016 vítimas de uma forte onda causada pela ressaca do mar. A onda rompeu uma ponte em um trecho desta ciclovia. Segundo especialistas, a ponte não foi projetada para suportar a força da ressaca, leia mais detalhes aqui sobre o caso.

Memes

Como já sabemos, as redes sociais são um verdadeiro celeiro para a criação e disseminação piadas e chacotas. Nas últimas semanas o memes se voltaram para o artigo da Revista Veja: Bela, Recatada e “Do Lar” e agora o grave acidente ocorrido em um trecho da ciclovia Tim Maia.

Quem conhece um pouco sobre a trajetória de Tim, deve saber que ele não tinha uma vida muito regrada, apreciava umas “paradas” diferentes e tal… junte isso a palavra “Ressaca” (que neste caso se refere ao evento que ocorre periodicamente no mar) e pronto! Nasce um meme.

Os internautas não perdoam.
Se esquecem das vítimas e seus familiares mas não deixam fazer piadas.
Me causou estranheza o número de pesquisas no Google em busca da relação de Tim Maia com a ciclovia e o evento e então se você até agora estava “boiando”, eis o motivo.

Relembre a música “Do Leme ao Pontal” em duas versões.

1a. versão de 1980

Esta versão da música tem uma pegada mais “black”, mais soul… uma música que se tornou um clássico da soul music brasileira:

2a. versão de 1986

Esta é um pouco mais dançante. Um versão com outra roupagem e que também ficou muito boa.

Comentários

comentários