Faculdade Oferece Curso de Produção de Música Eletrônica


Com tantas faculdades particulares à disposição e com cursos tão parecidos, o que precisam fazer agora é inovar.
Os cursos “chatos” continuam a existir mas se você quer fugir o óbvio, que tal um diploma de DJ e Produtor?

É isso mesmo!
Agora já está à disposição um curso superior voltado para quem gosta de fazer barulho! (no bom sentido).

Segundo a matéria veiculada no site globo.com, um DJ em início de carreira chega a ganhar R$ 200,00 por duas horas de apresentação.

Seria isso inspirado no sucesso de David Guetta ou seria uma forma de atrair os jovens para um Curso Superior “diferenciado”?

Será que nestes cursos ensinam a escrever e falar razoavelmente bem ou isto não interessa?
Bem, independente do curso isso deveria ser o básico, afinal de contas o profissional recém formado terá que vender o seu trabalho e se não souber falar ou escrever minimamente bem, será “engolido” pelo mercado, mas enfim… isso vai de cada um, aprender o mínimo é um dever de todos.

O curso parece ser bem abrangente, uma alternativa para todos aqueles que gostam desta atividade e queiram realmente tornar isso um meio de vida.

Vale lembrar que fazer um Curso Superior de DJ/Produtor não fará de você um excelente profissional. A experiência, talento, amor à profissão e muito treino é o que realmente conta.

E vale lembrar que os holofotes estão voltados para a Música Eletrônica, o que chamamos aqui de “putz putz”. É claro que é uma brincadeira por causa do ritmo que começa com um “tum tum tum tum tum” e vai embora até o final.
É o estilo que embala as festas, que faz a galera sair de si e com certeza não tem como ficar parado, mas não é só isso!
É possível fazer quase tudo com Música Eletrônica, basta ter bom gosto, talento e conhecimento técnico.

Mas se você é adepto da nossa querida “Black Music” pura e genuína, nada o impede de adquirir estes conhecimentos e tentar fazer algo inovador.

O que preocupa é se começarem a exigir diploma para tocar em grandes eventos.
Será uma grande “peneira”, não?
E se grandes profissionais consagrados pelo público começarem a ficar de fora?

E se a coisa “decolar”, logo logo algum espertinho irá dar um jeito de regulamentar a profissão e dá-lhe boleto bancário para pagar as tais “associações”.
Os DJ’s serão obrigados a portar uma carteirinha para poder trabalhar, irão pagar por elas e irão pagar para trabalhar também, compre sempre acontece no Brasil.

Nossa! Que negatividade!
É um exagero sim mas é algo totalmente possível!

Veja a entrevista com Dj Anderson Noise:

http://g1.globo.com/jornal-da-globo/videos/t/edicoes/v/dj-anderson-noise-fala-sobre-os-desafios-da-profissao/2025908/

Onde Cursar?


Acesse o site de Faculdade Anhembi Morumbi e confira todas as informações:
http://portal.anhembi.br/publique/Estude-aqui/Graduacao/Cursos/Graduacao-Tecnologica/Producao-Fonografica-%96-Producao-de-Musica-Eletronica-150.html
(depois deste “merchant” gratuito, vamos querer comissão por cada aluno oriundo daqui, heim? rsrssr)

Curso Superior para DJ’s e Produtores

, o você acha disso?
Deixe sua opinião!

Comentários

comentários