Jimmy Smith, o Rei do Hammond


jimmysmithmini“Got My Mojo Working”, sem dúvida o som mais conhecido e apreciado por aqui, o álbum o qual inclui esta faixa “The Best of Jimmy Smith” foi lançado em 1967 e foi raro durante muito tempo até ser lançado no Brasil. Daí em diante Jimmy Smith ficou conhecido nos bailes “blacks” e este álbum em especial sem dúvida foi o queridinho dos baileiros por muitos e muitos anos. No fim dos anos de 1970 e início dos anos de 1980, era praticamente impossível os DJ’s não incluírem este faixa em seus sets.

Mas para os amantes do Jazz, Jimmy Smith vai muito além de “Got My Mojo Working”, James Oscar “Jimmy” Smith foi um jezzista de primeira linha, ele popularizou o órgão Hammond B-3 e lançou dezenas de álbuns por meio de várias gravadoras incluindo Blue Note, Verge e Milestone. Além disso, Jimmy Smith alcançou posições na Billboard em uma categoria não muito popular: o Jazz instrumental.
Apesar de todo o talento, Jimmy Smith foi premiado somente em 2005 após a sua morte. Ele ganhou o “NEA Jazz Masters Award”.

Assim como o trombone de Fred Wesley, o trompete de Miles Davis e guitarra de Jimmy Hendrix, Jimmy Smith parece ter feito do Hammond uma extensão de seu corpo. Sua forma única de tocá-lo nos ajuda a distinguir exatamente quando é ele e quando não é.

E neste dia tão especial, O Dia Internacional do Jazz, não poderíamos deixar de falar um pouco sobre Smith e a sua arte.

Agora o som que você conhece:

Viva o Jazz!!
#diadojaz

Comentários

comentários